Home
Perfil do whippet
Resumo histórico
Estalão do whippet
Tipos de Galgos
Os meus whippets
Whippets convidados
Artigos de opinião
Associações
Eventos
Criadores

Eventos
Exposições passadas
Exposições recentes
Corridas de galgos
Convívios

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Os nossos whippetsCorridas de galgos

 

 

O outro lado das corridas

por Manuel Cabral

 

Uma das actividades mais aliciantes que um whippet pode ter é a corrida de competição. O whippet gosta de correr e fá-lo por sua própria iniciativa. Mas quando na companhia de outros seus semelhantes, eles ficam muito mais motivados a correr, desafiando-se entre eles e entrando numa alegre correria.

Outra actividade em que o whippet se sente realizado como cão e em que põe à prova as suas capacidades é a caça. Proporcionar-lhe a combinação destas duas actividades é seguramente torná-lo feliz.

 

Contudo, as competições profissionais de galgos não se realizam propriamente para dar prazer ao cão e muito menos para o tornar feliz. Em certos países, como no Reino Unido, alguns donos juntam-se com os respectivos galgos ao fim de semana e promovem corridas desportivas pelo simples prazer do convívio e do desporto. Donos e cães divertem-se desinteressada e saudavelmente, não procurando outro objectivo que não seja a vertente lúdica.

Estas actividades todavia são muito raras. Em Portugal, esta forma de convívio não é usual e seria muito difícil pô-la em prática pelo simples facto de haver relativamente poucos galgos.

 

Num site como este, dedicado a uma das espécies de galgos, faria algum sentido, pelo menos aparentemente, reportar os eventos que se vão realizando não só em Portugal como noutros países. No entanto, dado o lamentável, vergonhoso e cruel processo de selecção, manutenção, treino e destino dos galgos usados na competição profissional, será preferível, antes, abominar as corridas de galgos feitas em circunstâncias absolutamente indignas e com o exclusivo fito do lucro e denunciar esses processos.

 

As corridas de galgos

Autor/Fonte: LCA
Data: 2001-08-20

     (Adaptado)

 

Criação de galgos de corrida

A criação é feita em massa. Só um pequeno número de exemplares é aproveitado e desses cerca de 30% nunca chegará a correr. Entre 20.000 e 30.000 por ano são considerados excedentes e destruídos.

 

Manutenção dos galgos de corrida

Os galgos de corrida são mantidos em jaulas durante cerca de 22 horas/dia, onde não existe qualquer controlo da temperatura, ficando muitas vezes sujeitos a enormes amplitudes térmicas.

São soltos apenas para fazerem as suas necessidades, para serem treinados ou para participarem nas corridas.

São normalmente alimentados com carne crua e de má qualidade. Não têm acesso aos cuidados veterinários básicos e são forçados a correr mesmo que estejam feridos.

Embora os galgos, tenham normalmente uma esperança de vida de cerca de 13 anos, os utilizados nas corridas não vão além dos 3-4 anos.

 

Problemas de saúde comuns nos Galgos de Corrida

  • Contaminação por parasitas internos e externos

  • Choque devido ao calor

  • Pernas partidas

  • Ataques Cardiacos

  • Subnutrição

  • Desidratação

  • Outras doenças

 

Retirados das competições
Quando adoecem ou perdem rendimento para participar nas corridas, os galgos são:

  • Mortos.

  • Abandonados.

  • Utilizados como reprodutores.

  • Vendidos a empresas de investigação para ser usado em testes laboartoriais.

  • Enviados para pistas de corridas de paises sub-desenvolvidos.

 

Como são mortos os Galgos que já não podem correr?

  • Com um tiro

  • Electrocução

  • Abandono

  • À fome

  • À pancada

 

Você pode ajudar!

  • Adopte um galgo de corrida retirado da competição. Eles são excelentes animais de companhia.

  • Divulgue entre as pessoas que lhe são próximas o sofrimento destes animais, denunciando a crueldade inerente a este tipo de corridas.

 

Crítica às considerações feitas nesta página

por Sérgio Moreira, dono de greyhouds e familiarizado com as corridas de galgos:

1 - As imagens apresentadas na página são todas relativas a Espanha.

2 - Já fui algumas vezes à Irlanda e eles alimentam os cães com carne crua, na maior parte das vezes de vaca, pão integral e vitaminas. A carne crua é de exelente qualidade. Também fiquei surpreso com essa alimentação mas quando a adoptei para os meus cães eles melhoraram os seus tempos quase um segundo em apenas duas semanas A sua alegria e disposição passaram a ser outras. Infelizmente, devido à falta de tempo, tenho que dar ração seca aos meus cães mas, apesar de ser de alta qualidade, os resultados não são os mesmos.

3 - Não é lógico sujeitar um cão lesionado a correr pois ele não iria ter rendimento.

4 - Todas as jaulas que vi na Irlanda eram quentes e os cães estavam com capotes térmicos.

5 - Cerca de 10% dos galgos não chegam a correr seja por lesão ou por falta de interesse pela lebre mecânica.

6 - É mais seguro correr em pista do que na praia porque aqui há mais perigo de colisões; na praia só se deve deixar os cães correr na areia dura da mare baixa.

7 – A ocorrência de um ataque cardíaco tanto se verifica num cão a correr numa pista como na praia. Pessoalmente nunca assisti a uma situação dessas, mas isso tanto pode acontecer a um cão como a qualquer atleta.

 
8 - Todos os cães correm o risco de terem parasitas internos e externos e de sofrerem de desidratação, mas todos os galgueiros querem que o seu cão esteja em perfeitas condições para poder dar o seu melhor.

9 – Para os whippets entrarem em competição deverão ser treinados, tal como os greyhounds, para correrem atrás da lebre mecânica e não dos outros cães. Mas em corridas separadas, pois o seu porte e grau de competição são inferiores face aos greyhounds.  

10 – Presentemente, a única pista em actividade permanente é a da Estéla situada na E.N. 13 a cerca de 10 Km a norte da Póvoa de Varzim.
 

 

SOS Galgos

sosgalgos@sosgalgos.com

mlao13@ecija.org

(Site espanhol para adopção de galgos)

Veja este site:

http://www.limerickanimalwelfare.com/law/greyhounds.htm

 

 

Manutenção
Higiene
Saúde
Alimentação
Educação
O whippet cachorro
Criação
Curiosidades
Temas diversos
Legislação
Amigos do whippet

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mais fotos

Aqui

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mapa do Site

Site criado em 25/11/2002

Esta página foi actualizada em 26-Jul-2012

Desenvolvido por Manuel Cabral • Porto

Contacto: whippet@netcabo.pt

Fotos extraídas do site OUR SPOILD PETS

Quem tem um Whippet tem dois... tem três... ou mais...